Seguidores

TRADUTOR

terça-feira, 27 de outubro de 2009

VIDA E ORAÇÃO A SANTO INÁCIO DE LOYOLA


(31 DE JULHO)

ORAÇÃO A SANTO INÁCIO DE LOYOLA (1)

Tomai Senhor, e recebei toda a minha liberdade e a minha memória também.
O meu entendimento e toda a minha vontade, tudo o que tenho e possuo, vós me destes com amor.
Todos os dons que me destes com gratidão vos devolvo.
Disponde deles, Senhor, segundo a vossa vontade.
Dê-me somente o vosso amor e vossa graça.
Isto me basta, nada mais quero pedir.

Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SANTO INÁCIO DE LOYOLA (2)

Ó Deus que, por meio de santo Inácio, fizestes surgir na vossa Igreja um caminho de espiritualidade e serviço e que, ao longo da história, continuais chamando pessoas como nós para que possam contribuir para o anúncio e a construção do Reino, concedei, por intercessão de são Inácio de Loyola, que cada um de nós escute e siga sempre o vosso apelo.
Permiti que, juntos possamos comprometer nossa vida, como membros de uma Igreja toda voltada para o anúncio e a construção do vosso Reino entre os seres humanos.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Que Assim Seja.

VIDA DE SANTO INÁCIO DE LOYOLA

Nasceu no Castelo da família de Loyola, na província Basca de Guipuzcoa, na Espanha, em 1491, na cidade de Azpeitia no dia 1° de junho. Quando rapaz, era um nobre que sabia cavalgar, manejar a lança, declamar,  e era muito mulherengo, tendo como marca de sua personalidade o atrevimento.

Andava sempre armado, usava uma couraça, como militar que era. Era extremamente vaidoso, gostava de vestir-se impecavelmente, usava os cabelos longos, como era o costume da época.

Lutando em uma batalha, lgnácio foi atingido por uma bala de canhão em uma de suas pernas, que quase a despedaçou. Encontrava-se muito mal e, no dia de São João, pediu para se confessar. A partir deste dia, sua saúde foi sendo restabelecida.

Durante sua convalescença ele leu vários livros sobre guerras, mas quando estes acabaram, começou a ler a Bíblia e, a partir daí, sua vida mudaria: seria agora um soldado "Servo de Deus". Sua espada era o amor e o seu escudo era Jesus.

Abandonou as roupas de soldado e as trocou por roupas de mendigo. E saiu pelo mundo pregando o amor e dando o exemplo do que pregava. Fundou a Companhia de Jesus, que são os Jesuítas, mais conhecidos atualmente. Aos 65 anos, no dia 31 de julho de 1556,  uma sexta-feira, a alma de lgnácio volta para Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO