Seguidores

TRADUTOR

domingo, 24 de outubro de 2010

VIDA E ORAÇÃO A SÃO PAFUNCIO


(11 DE SETEMBRO)

ORAÇÃO A SÃO PAFUNCIO (1)
(Para se manter dentro da verdade)

São Pafuncio, verdadeiro soldado de Cristo, travaste muitas batalhas para poder livremente pregar a tua fé, sempre te orientaste pelos mandamentos e parábolas do Mestre, jamais te entregaste ou renegaste aquilo em que tu acreditava, mesmo sendo torturado, ou quando lutaste contra a lei do celibato, a vós que foste o escolhido para atender Santo Onofre em sua hora final, peço-vos o merecimento da fé e do amor a verdade, que nada me afaste do caminho do bem e que o Espírito da Verdade esteja sempre presente em minha vida, que eu possa como tu saber distinguir as grandes verdades e sempre praticar o amor ao próximo, não importando a fé que este próximo professe, em nome de Jesus Cristo, nosso Mestre eu vos imploro.

Que assim seja.

ORAÇÃO A SÃO PAFUNCIO (2)
(para vencer as adversidades da vida)

Em nome do Mestre amado a quem vós querido São Pafuncio sempre procurou seguir, não se entregando jamais a poder algum, eu venho aos vossos pés implorar que me conceda a graça de vencer as adversidades da vida em especial (pede-se a graça), se o meu pedido for do agrado do Senhor, caso contrário me mostre o verdadeiro caminho que devo seguir que eu saberei reconhecer como uma benção Divina e saberei que vós São Pafuncio estará olhando por mim. Em nome do Mestre Amado Jesus.

Que assim seja.

VIDA DE SÃO PAFUNCIO

Conhecido como Paphuntius, o grande.

O santo confessor São Paphuntius era um egípcio que após passar vários anos no deserto sob a direção do grande Santo Antônio, foi feito bispo de Thebaid. Ele era um dos confessores que durante a perseguição do Imperador Maximinus (310-313) teve o seu o olho direito arrancado, ficou paralítico de uma das pernas e depois enviado para trabalhar nas minas. Por milagre não morreu nas minas e com a morte de Maximinus, o Imperador Constantino (313-337) restaurou a paz com a Igreja e Pafuncio retornou ao seu rebanho, passando o resto de sua vida com as marcas gloriosas de seu sofrimento em nome do Mestre Crucificado. Ele era um dos mais zelosos em defender a fé católica contra a heresia Ariana e muito conhecido pela sua santidade. Como um dos que havia assumido sua fé sem renegá-la mesmo ante seus perseguidores e as mais terríveis torturas, ele era uma figura respeitada no primeiro Concilio Geral da Igreja, reunido em Nicea em 325.

Pafuncio, um homem que tinha observado estrita continência durante toda a sua vida é dito como tendo se distinguido entre os membros do Concilio pela oposição ao celibato do clero. Ele dizia que bastava seguir a antiga tradição da Igreja, que proibia o casamento somente após a ordenação. Deste dia até hoje é a Lei da Igreja Oriental, onde os católicos ortodoxos, que são casados podem ser ordenados e continuarem a viver com suas esposas. São Pafuncio é às vezes chamado de "O grande" para distingui-lo dos outros santos de mesmo nome. São Pafuncio teve o privilégio de enterrar Santo Onofre (Onouphrius) e foi ele que contou a sua história. Ele teria falecido em torno de 350dC.

Sua festa é celebrada no dia 11 de setembro.

sábado, 23 de outubro de 2010

ORAÇÕES A SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS


(01 DE OUTUBRO)


ORAÇÕES:

ORAÇÃO PEDINDO GRAÇA

Ó Santa Teresinha, branca e mimosa flor de Jesus e Maria, que embalsamais o Carmelo e o mundo inteiro com o vosso suave perfume, chamai-nos, e nós correremos convosco, ao encontro de Jesus, pelo caminho da renúncia, do abandono e do amor. Fazei-nos simples e dóceis, humildes e confiantes para com o nosso Pai do Céu. Ah! Não permitais que o ofendamos com o pecado.
Assisti-nos em todos os perigos e necessidades; socorrei-nos em todas as aflições e alcançai-nos todas as graças espirituais e temporais, especialmente a que estamos precisando agora (fazer o pedido)....
Lembrai-vos, ó Santa Teresinha, que prometestes passar o vosso céu fazendo o bem à terra, sem descanso, até ver completo o número dos eleitos. Ah! Cumpri em nós a vossa promessa: sede nosso anjo protetor na travessia desta vida e não descanseis até que nos vejais no céu, ao vosso lado, cantando as ternuras do amor misericordioso do Coração de Jesus.

Que assim seja.


ORAÇÃO DE SANTA TERESINHA À SAGRADA FACE

Ó Jesus, que na vossa crudelíssima paixão vos tornastes "opróbrio dos homens, e o homem das dores", eu adoro vossa divina face sobre a qual resplandece a beleza e ternura da divindade que agora se tornou para mim como a face de um "leproso" (Is 53,4).
Mas sob estes traços desfigurados reconheço vosso infinito amor e ardentemente desejo amar-vos e fazer-vos amar por todos os homens.
As lágrimas que com tanta abundância correram de vossos olhos se me afiguram quais pérolas preciosas, que eu quisera recolher para com seu valor infinito, resgatar as almas dos pobres pecadores.
Ó Jesus, vossa face é a única beleza que encanta meu coração, de boa mente quero, renunciar na terra a doçura de vosso olhar e o inefável ósculo de vossa boca divina, mas suplico-vos, imprime em meu coração vossa divina imagem, e inflamai-me com vosso amor, a fim de que possa um dia contemplar vossa face gloriosa no céu.

Que assim seja.


ORAÇÃO DAS ROSAS

"Santa Teresinha do MENINO JESUS, modelo de humildade, confiança e de amor! Do alto dos céus derrame sobre nós estas rosas que levas em teus braços:
a rosa da humildade para que vençamos nosso orgulho e aceitemos o Evangelho;
a rosa da confiança, para que nos abandonemos à vontade de DEUS;
a rosa do amor, para que abrindo nossa alma à graça Divina realizemos o único fim para o qual DEUS nos criou: Amá-LO e fazer com que ELE seja Amado,
Tu que passas teu Céu fazendo o bem na Terra, ajuda-me nas necessidades e proteja-me contra todo o mal".

Que assim seja.


ORAÇÃO PARA SANTA TERESINHA

A Vós, Santa Teresinha que
através das Vossas súplicas e do Vosso exemplo de santidade.

Intercedeis para que fiquemos sempre mais perto do Senhor Jesus, e fazeis com que as vossas preces, sempre tão agradáveis ao Menino Jesus, descortine nossa visão, para que possamos contemplar a face do Justo Senhor.
E para que, assim, sejamos abençoados em nossa caminhada de fé.

Assiste-nos, meiga e afetuosa eleita, para que o Senhor Jesus,
estendendo sobre nós a resignação dos justos, faça prosperar em nossas almas a virtude do amor.

Rogamos, ainda, que pela força do nosso clamor, sejamos amparados pelo teu obsequioso auxílio.

Que o Senhor Jesus, com a vossa insigne intervenção,
mantenha-se a controlar nossas alegrias e aflições,
dando-nos o firme impulso para a nossa vocação missionária.

Que assim seja.

ORAÇÃO PELOS MISSIONÁRIOS

Ó Santa Teresinha,
sois exemplo de simplicidade e de humildade e sempre vos colocastes nas mãos do Pai.

Intercedei junto a Deus para que os homens compreendam o vosso caminho, que leva ao Céu, para que vencendo o egoísmo e o orgulho, possam construir um mundo melhor e conquistem os povos para o Reino de Cristo pelo amor, justiça e paz.

Fazei com que os homens compreendam a mensagem do Evangelho e sejam atraídos a viverem o ideal cristão do amor pelo espírito de desapego e doação. Santa Teresinha do Menino Jesus, padroeira das missões, rogai por nós e protegei os missionários.

Que assim seja.


PARA ALCANÇAR GRAÇAS POR SUA INTERCESSÃO

Santa Teresinha do Menino Jesus, que na vossa curta existência, fostes um espelho de angélica pureza, de amor forte, e de tão generosa entrega nas mãos de Deus, agora que gozais do prêmio de vossas virtudes, volvei um olhar de compaixão sobre mim, que plenamente confio em vós.

Fazei vossas as minhas intenções, dizei por mim uma palavra àquela Virgem Imaculada de que fostes a florzinha privilegiada, à Rainha do Céu que vos sorriu na manhã da vida. 

Rogai a Ela que é tão poderosa sobre o Coração de Jesus, que me obtenha a graça que nesta hora tanto anseio, e que a acompanhe uma bênção que me fortifique durante a vida, me defenda na hora da morte e me leve à eternidade feliz.

Que assim seja.


PRECE À SANTA DAS ROSAS


Santa das Rosas, trilhastes a Pequena Via da humildade e da submissão à vontade de Deus.

Ensinai-nos, ó Santa Mestra, Doutora da Igreja, o caminho da santidade que nasce da escuta da Palavra de Deus, da realização de coisas simples e sem importância aos olhos do mundo.

Nós vos pedimos que continueis a cumprir vossa promessa de fazer chover rosas de graças e bênçãos sobre o mundo.

Intercedei por nós junto a Ele.
Por vossas preces, venha o Senhor em socorro de nossas necessidades.

(Faz-se o pedido)

Velai, ó Flor do carmelo, por nossas famílias:
que em nossos lares haja paz, compreensão e diálogo.

Velai por nossa pátria, para que tenhamos governantes íntegros, afinados com os anseios do povo sofrido.

Velai por nós, para que o espírito missionário impregne todas as nossas ações.

Que assim seja.


ORAÇÃO PARA MOMENTOS DE DESESPERO

Santa Teresinha do Menino Jesus,
que atravessastes a noite escura da alma, sem nenhuma consolação espiritual e, sustentada pela fé, recuperastes a alegria de viver, implorai ao Bom Deus por mim, para que eu seja capaz de dominar este estado de tristeza em que me encontro, esta treva absurda que tomou conta de meu coração.

Iluminai, Santa Doutora, minha inteligência para que eu descubra que só Deus me basta e que devo, em tudo e por tudo, realizar somente a vontade d'Ele, desse Deus Misericordioso, que me carrega ao colo, mesmo quando me sinto abandonado, sem nenhuma luz a me orientar.

Dai-me crer, cheio de esperança, que todo desespero tem seu fim, pois o amor de Jesus liberta os corações das correntes do medo e da angústia.

Dai-me, um sorriso, ó Santinha
e providenciai para mim, junto ao Pai, o Dom da alegria.

Que esse Dom me cure e me liberte, me faça ver as novas luzes que se acendem:
o amor do Pai começa a brilhar para mim, Sua misericórdia começa a me aquecer e eu me abro à vida nova
que o Espírito Santo de Deus me traz,
o mesmo Espírito que ungiu a vossa vida, ó Santa das Rosas, com o precioso óleo da alegria, do qual urgentemente necessito para poder louvar o Pai e o Filho, sem nada a me pesar o coração.

Creio firmemente que serei atendido,
que meu brado de angústia será ouvido e me comprometo a espalhar a vossa devoção. 

Que assim seja.


ORAÇÃO PARA MOMENTOS DE INDECISÃO

Santa Teresinha do Menino Jesus,
fostes determinada em vossos ideais e, sob as luzes do Espírito Santo, sempre soubestes decidir
o que fosse melhor para a salvação de vossa alma.

Jamais recuastes na decisão de servir a Deus e agradá-Lo em tudo e por tudo.
Tão jovem, já sabíeis que o Bem-Amado vos atraía para a vida consagrada no Carmelo e não tivestes descanso enquanto não atravessastes, tão menina, guiada pela mão de vosso pai, a porta da clausura carmelitana para ali servir a Deus e realizar vossa missão.
Peço vossa intercessão junto ao Pai para que, neste momento de dúvida, eu tenha as luzes do Espírito Santo para decidir o que for de maior proveito para mim e para aqueles que me rodeiam. Que eu seja dócil no cumprimento da vontade do Bom Deus, que eu não O desagrade com minha vontade própria, que eu me submeta aos Seus desígnios e siga firmemente a direção que o Senhor me apontar.

Peço-vos ainda que intercedeis por mim para que eu não me rebele frente às consequências de tal decisão, e que, mesmo provado em minha fé, eu tenha sempre alegria em meu coração para não me arrepender do rumo que tomarei, da mesma forma que não vos arrependestes, ó Doutora da Ciência e do Amor por terdes feito de vossa vida
uma entrega sem reservas ao Amor.
Glórias sejam dadas à Trindade Santa, para sempre.

Que assim seja. 

VIDA DE SANTA TEREZINHA DO MENINO JESUS 

CLICAR AQUI



sexta-feira, 22 de outubro de 2010

VIDA E ORAÇÃO A SÃO JOSÉ

SÃO JOSÉ


(19 DE MARÇO)

ORAÇÃO A SÃO JOSÉ (1)

A vós, São José, recorremos em nossa tribulação e, cheios de confiança, solicitamos o vosso patrocínio. Pelo laço sagrado de caridade que vos uniu à Virgem Imaculada, Mãe de Jesus, e pelo amor paternal que tivestes ao Menino Jesus, ardentemente vos suplicamos que lanceis um olhar benigno sobre nós, que somos a herança que Jesus Cristo conquistou com seu sangue, e nos socorreis nas nossas necessidades, com o vosso auxílio e poder. Protegei, ó guarda providente da divina família, o povo eleito de Jesus Cristo. Afastai para longe de nós, ó pai amantíssimo, a peste do erro e do vício. Assisti-nos, do alto do céu, ó nosso fortíssimo sustentáculo, na luta contra o poder das trevas, e assim como outrora salvastes a vida ameaçada do Menino Jesus, defendei agora a santa Igreja de Deus das ciladas de seus inimigos e de toda a adversidade. Amparai a cada um de nós com o vosso auxílio, possamos viver virtuosamente, piedosamente morrer e obter no céu a eterna bem-aventurança.

Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SÃO JOSÉ (2)

São José, pai amável, a ti venho recorrer em minhas necessidades, embora indigno eu seja. Em tua ajuda paternal coloco inteiramente minha confiança. Recomendo-te a salvação de minha alma e do meu corpo! Confio-te minhas preocupações todas, internas e externas. Por favor, não me deixes sem consolo! Seguindo o teu exemplo, ensina-me a conformar sempre a minha vontade com a divina, e a levar com paciência a cruz seja qual for! Alcança-me a pureza de coração, de consciência e de vida, bem como as virtudes que me são necessárias, e no último combate fica-me ao lado para, que assim uma vez, contigo e com os eleitos, chegue eu a amar e louvar a Deus por toda a eternidade.

Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SÃO JOSÉ (3)

Ó meu querido santo trabalhador, que em vida fizestes a vontade de Deus através do trabalho, abra as portas do comércio para que eu possa conseguir um emprego. Dai-me forças e coragem para não desistir no primeiro não. Que eu tenha a disposição de santa Teresa D'Ávila, a simplicidade de Maria de Nazaré, a força de Santo Antonio. Orienta os nossos governantes para a distribuição dos bens do país. Protege as nossas famílias para que não se deixem vencer pela seca, pelo medo, pela violência, pela falta de trabalho e dê esperança no Domingo da ressurreição. Meu são José, padroeiro dos trabalhadores, não me deixe sem o pão de cada dia e sem perspectiva de um novo dia para minha família. Prometo, com o dinheiro do meu futuro emprego, ajudar uma instituição de caridade a divulgar essa devoção.
Por Cristo Senhor Nosso.

Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SÃO JOSÉ (4)

 Ó Glorioso São José, a quem foi dado o poder de tornar possíveis as coisas humanamente impossíveis, vinde em nosso auxílio nas dificuldades em que nos achamos.
Tomai sob vossa proteção a causa importante que vos confiamos, para que tenha uma solução favorável.
Ó pai muito amado, em vós depositamos toda nossa confiança.
Que ninguém possa jamais dizer que vos invocamos em vão.
Já que tudo podeis junto de Jesus e Maria mostrai-nos que vossa bondade é igual ao vosso poder.
São José, a quem Deus confiou o cuidado da mais Santa Família que jamais houve, sede, nós vo-lo pedimos, ó Pai e protetor da nossa, e impetrai-nos a graça de vivermos e morrermos no amor de Jesus e Maria!
São José, rogai por nós!

Que Assim Seja.

VIDA DE SÃO JOSÉ

Esposo da Virgem Maria e padrasto de Jesus. Ele figura na infância de Jesus conforme a narrativa de Mateus (1-2) e Lucas (1-2) e é descrito como um homem justo. Mateus descreve os pontos de vista de José e Lucas descreve a infância de Jesus com José.
José é descendente da casa real de David. Noivo de Maria ele foi visitado por um anjo que informou a ele que ela estava com um filho e que o filho era do "Sagrado Espírito". Ele tomou Maria e a levou para Belém e estava presente no nascimento de Jesus. Avisado de novo, por um anjo das intenções do Rei Herodes José levou Maria e Jesus para o Egito. Eles só voltaram a Nazaré quando outro anjo apareceu de novo a José, avisando da morte de Herodes. José devotou sua vida a criar Jesus e estava cuidando das ovelhas e de Maria quando os reis magos chegaram. Defendeu o bom nome de Maria e Jesus o chamava de pai e queria ser conhecido como filho de José. Ele levou Maria e Jesus para visitar o templo e apresentar Jesus a Deus no templo. E juntamente com Maria ficou preocupado quando Jesus teria se perdido no templo, isto quando Jesus tinha 12 anos.
A ultima menção feita a José nas Sagradas Escrituras é quando procura por Jesus no Templo de Jerusalém. Os estudiosos das escrituras acreditam que ele já era um velho e morreu antes da Paixão de Cristo. Veneração especial a José começou na Igreja moderna, onde escritos apócrifos passaram a relatar a sua história. O escritor Irlandês, do nono século Felire de Oengus comemora José, mas veneração a José só se espalhou no 15° século. Em 1479 ele foi colocado no calendário Romano com sua festa a ser celebrada em 19 de março. São Francisco de Assis e Santa Teresa D’Avila ajudaram a espalhar a devoção, e em 1870 José foi declarado patrono universal da Igreja pelo Papa Pio IX. Em 1889 Papa Leão XIII o elevou a bem próximo da Virgem Maria e o Papa Benedito XV o declarou patrono da justiça social. O Papa Pio XII estabeleceu uma segunda festa para São José, a festa de "São José, o trabalhador" em primeiro de maio. Ele é considerado pelos devotos como padroeiro dos carpinteiros e na arte litúrgica da Igreja ele é mostrado como um homem velho com um lírio, e algumas vezes com Jesus ensinando a Ele o ofício de carpinteiro.
De acordo com uma antiga lenda, Maria e as outras virgens do Templo receberam ordens para retornar a sua casa e se casarem. Quando a Virgem Maria recusou-se, os anciões oraram por instruções e uma voz no Santuário instruiu a eles a chamarem todos os homens que podiam se casar para a Casa de David e para ele deixarem seus cajados no altar do templo durante a noite. Nada aconteceu. Os anciões então chamaram também os viúvos, entre eles estava José. Quando o cajado de José foi encontrado na manhã seguinte coberto de fores (“as flores no bastão de Jesse") a ele foi dito para tomar a Virgem Maria como esposa e a guardasse para O Senhor. Muitas vezes o cajado florido é mostrado como um bastão de lírios.
Outra versão da vida de São José é relatada nos "Atos de São José" que é tido por muitos como sendo apócrifa, mas estudiosos como Origens, Euzébio e São Cipriano fazem referência em suas obras. Nesses "Atos" José  teria se casado jovem e só foi prometido a Maria quando já era viúvo. José teria tido, no primeiro casamento, duas filhas e quatro filhos sendo o caçula chamado Tiago, que Jesus considerava como irmão e com ele teria passado sua infância e parte de sua adolescência. E Maria achou o menor Tiago na casa de seu pai, que este estava triste pela perda de sua mãe e Maria o consolou e o criou. Assim Maria é às vezes chamada de mãe de Tiago. Com o passar dos anos o velho José tinha uma idade bem avançada, mas nunca deixou de trabalhar, nunca sua vista falhou e nunca ficava sem rumo, tonto, e como um rapaz ele tinha vigor e suas pernas e braços permaneceram fortes e livres de nenhuma dor. Quando se aproximou a sua hora um anjo do Senhor veio até ele e disse a ele que estava para morrer e ele levantou-se e foi para Jerusalém orar no santuário e disse: "O Deus autor da consolação, O Senhor da compaixão, ó Senhor de toda a raça humana, Deus de meu corpo e espírito, com súplica eu Vos reverencio e Ó Senhor e meu Deus, se agora meus dias terminam e eu preciso deixar este mundo, peço a Vós que envie o arcanjo Miguel, o príncipe dos Vosso anjos, e deixe ele ficar comigo e leve minha alma deste aflito corpo sem problemas e sem terror. E José foi enterrado pelos seus amigos e parentes sem o odor dos mortos.
Estaria explicado assim a grande polêmica do "irmão" Tiago que Jesus pediu para tomar conta de sua mãe Maria e deu origem  a várias discussões sobre a virgindade de Maria.
Desse modo os "Acts of Saint Joseph" tem o seu lado positivo e negativo e tem que se ter  cuidado para lê-los assim como os "Acts of Saint Paul".
Sua festa é celebrada no dia 19 de Março.

Outras considerações sobre São José:
São José é o santo que intercede por todas as graças que necessitamos, muitas vezes de maneira surpreendente e quase inacreditável.
Os singulares privilégios de São José foram revelados à Serva de Deus, Santa Agueda:
Por sua intercessão alcançamos a virtude da castidade e a vitória sobre as tentações contra pureza.
Por sua intercessão alcançamos o poderoso auxilio da graça para sair do pecado e voltar à amizade com Deus.
Por seu intermédio alcançamos a benevolência da Santíssima Virgem Maria e a verdadeira devoção a ela.
Por sua intercessão alcançamos a graça de uma boa morte e a especial proteção contra o demônio nesta hora.
Os espíritos malignos estremecem ao ouvir o nome de São José.
Por sua intercessão alcançamos a saúde do corpo e o auxílio nas mais diversas necessidades.
Por sua intercessão as famílias alcançam a bênção da prosperidade.
Nossa Senhora revelou a Santa Agueda:
"Os homens ignoram os privilégios que o Senhor concedeu a São José, e quanto pode sua intercessão junto de Deus. Somente no dia do Juízo os homens conhecerão sua excelsa santidade e chorarão amargamente por não haverem se aproveitado desse meio tão poderoso e eficaz para sua salvação e alcançar as graças de que necessitavam".

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

VIDA E ORAÇÃO A SANTA RITA DE CÁSSIA

SANTA RITA DE CÁSSIA
(22 DE MAIO)
ORAÇÃO A SANTA RITA DE CÁSSIA (1)
Ó poderosa e gloriosa santa Rita, chamada santa dos impossíveis, advogada dos casos desesperados, auxiliadora da última hora, refúgio e abrigo da dor que arrasta para o abismo do pecado e da desesperação, com toda a confiança no vosso poder junto ao Coração Sagrado de Jesus, a Vós recorro no caso difícil e imprevisto, que dolorosamente oprime o meu coração.
Obtende-me a graça que desejo, pois, sendo-me necessária a quero.
Apresentada por vós a minha oração, o meu pedido, por vós que sois tão amada por Deus, certamente serei atendido.
Dizei a Nosso Senhor que me valerei da graça para melhorar a minha vida e os meus costumes e para cantar na terra e no céu a divina misericórdia.

Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SANTA RITA DE CÁSSSIA (2)

COROA DE SANTA RITA
Para obter graças nos negócios difíceis.


Ó Excelsa protetora, ó gloriosa Santa Rita de Cássia, remédio para todas as aflições. Baixai sobre os meus padecimentos o vosso olhar pleno de misericórdia! Em honra do Sacratíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Em memória do espinho que tivestes na fronte e da chaga que nela pacientemente sofrestes, com o mais humilde recolhimento rogo-vos interceder por mim junto de vosso Divino Esposo, para que me seja dada a graça que nesta angústia vos imploro.
Aqui cada um pedirá o que desejar alcançar, que deve ser sempre coisa que convenha a gloria de Deus e à salvação de sua alma.Milagrosa Santa Rita de Cássia, rogai por mim, favorecei minha súplica, vós que resolveis todas as dificuldades, que sois a santa "advogada dos impossíveis", que por vossas sublimes virtudes tudo conseguis em nosso benefício, descei um olhar generoso a esta aflita criatura que recorre vossa piedade. Ajudai-me, patrocinai minha causa: daí-me remédio e amparo nas minhas aflições, socorrei-me e defendei-me em todos os perigos da alma e do corpo! Amem. Reza-se, em seguida com toda humildade e devoção 22 Ave-Marias correspondentes as 22 contas do rosário de Santa Rita. As primeiras 3 em reverência as 3 disciplinas diárias da Santa, 4 em memória dos 4 anos em que foi milagrosamente sustentada com o Santíssimo Sacramento, 15 lembrando os 15 anos em que sofreu o espinho na testa. Santa Rita de Cássia, rogai por nós.
Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SANTA RITA DE CÁSSSIA (3)


Ò poderosa e gloriosa Santa Rita, eis a vossos pés uma alma desamparada que, necessitando de auxílio, a vós recorre com a doce esperança de ser atendida por vós que tendes o incomparável título de SANTA DOS CASOS IMPOSSÍVEIS E DESESPERADOS.
Ó cara Santa, interessai-vos pela minha causa, intercedei junto a Deus para que me conceda a graça de que tanto necessito (dizer a graça que deseja). Não permitais que tenha de me afastar de vossos pés sem ser atendido. Se houver em mim algum obstáculo que me impeça de obter a graça que imploro, auxiliai-me para que o afaste. Envolvei o meu pedido em vosso preciosos méritos e apresentai-o a vosso celeste esposo, Jesus, em união com a vossa prece. Ó Santa Rita, eu ponho em vós toda a minha confiança; por vosso intermédio, espero tranquilamente a graça que vos peço. Santa Rita, advogada dos impossíveis, rogai por nós.
Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SANTA RITA DE CÁSSSIA (4)


Sob o peso e nas angustias da dor recorro a vós a quem todos chamam a Santa dos impossíveis, com toda Fé esperando vosso pronto socorro.
Livrai meu pobre coração das angústias que por toda a parte o oprimem, e restitui a calma a este espírito que geme sob o peso das atribulações. Já que são inúteis todos os meios para trazer-me alivio, ponho toda a minha confiança em vós, que fostes escolhida por Deus como advogada nos casos desesperados. Oh admirável esposa do Crucificado, intercedei agora e sempre pelas minhas necessidades. 3 Pai-nosso, 3 Ave Maria e 3 Glórias.

Que Assim Seja.

VIDA DE SANTA RITA DE CÁSSIA


Santa Rita nasceu em Rocca Porena perto de Spoleto, Itália em 1381 e expressou bem cedo o desejo de ser freira. Seus parentes já idosos insistiram para que ela se casasse com a idade de doze anos com um homem descrito como sendo um homem cruel e rude. Ela passou 18 anos extremamente infeliz, teve dois filhos e finalmente ficou viúva quando o seu marido foi morto numa briga. Ambos os filhos logo morreram e Rita tentou sem sucesso entrar para o convento agostiniano que havia em Cascia. Ela foi recusada porque pelas regras do convento só se aceitavam virgens.
Mas Rita continuou a rezar e a pedir, e uma noite ela foi milagrosamente transportada para dentro do convento com todas as suas enormes portas fechadas e trancadas. Quando as irmãs a viram lá dentro, decidiram que era desejo de Deus que ela fosse aceita e assim em 1413 ela entrou para o Ordem e logo ganhou fama pela sua austeridade, devoção, oração e caridade. No ano seguinte, ocorreu outro milagre. Havia lhe ordenado a Superiora, em nome da obediência, que regasse todos os dias um pé seco de uva, mas em um ano, já daquele ramo morto brotaram cachos de uvas abundantes e saborosas. E a videira, apesar de velha, de vários séculos, ainda hoje está viçosa. Certo dia ela recebeu visões e teve ferimentos na testa que pareciam uma coroa de espinhos que seria uma estigmata (provavelmente um dos estigmas de Cristo). Os ferimentos melhoraram de modo a permitir que ele fosse a Roma numa peregrinação em 1450, mas reapareceu logo que ela retornou e com ela ficaram até a sua morte. Pouco antes de morrer, uma visitante, sua parente, perguntou se queria algo e ela pediu que lhe trouxessem rosas de sua terra natal. "Impossível" disse a parente "agora é pleno inverno". Santa Rita respondeu: “Vá e encontrarás o que peço". Ao chegar a parente, em Rocca Porena, no jardim em frente a sua casa, havia no meio da neve, uma bela roseira com lindas flores de onde colheu as rosas que Santa Rita havia pedido. Ao falecer outro milagre. Os sinos do mosteiro repicavam milagrosamente sozinhos sem alguém por perto a tocar. Segundo a tradição seu corpo estaria incorrupto até a presente data. Ela morreu em 22 de março em Cascia e muitos milagres foram relatados como sendo devido a sua invocação e intercessão. Foi canonizada em 1900. Ela é venerada na Espanha, Estados Unidos, França, Portugal  e em outros países como sendo a "santa das causas impossíveis". No Brasil, ela é a padroeira das causas impossíveis junto com São Judas Tadeu. Na arte litúrgica da Igreja ela é mostrada com uma freira orando diante de um crucifixo, ou com uma coroa de espinhos, ou recebendo uma coroa de rosas da Virgem Maria, ou recebendo uma coroa de espinhos dos santos. O seu emblema são as rosas. E em alguns locais as rosas são bentas no dia de sua festa.
É protetora contra a esterilidade, infertilidade, das causas impossíveis e padroeira das viúvas.
Ela é considerada a mais popular das santas. Uma pesquisa feita por um instituto de pesquisa italiano chegou à conclusão ela é a mais popular de todas as santas.


Sua festa é celebrada no dia 22 de maio.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

VIDA E ORAÇÃO A SANTO ONOFRE

SANTO ONOFRE

(12 DE JUNHO) 


Às vezes chamado também de Santo Honofre e São Onouphrius.

A vida de Santo Onofre só é conhecida pelo que conta um de seus discípulos, São Paphuntius, (no Brasil é chamado de São Pafuncio), o qual o encontrou no deserto no Egito. Onouphrius viveu no século IV e tornou-se um monge em um monastério perto de Tebas de onde ele saiu para viver uma vida de eremita e contemplação. Por 60 a 70 anos Onofre viveu só no deserto e usava como vestimenta apenas o seu cabelo e uma espécie de calça feita de folhas. Não obstante ele foi e ainda é um assunto muito popular na arte Medieval. É muito festejado na Espanha e vários são os milagres a ele atribuídos. 
Quando o então Abade Pafuncio estava decidindo o que representaria para ele uma vida de eremita, conheceu no deserto a Onofre que já era um eremita por 70 anos. Onofre contou a ele que havia sido um monge em um austero monastério em Thebas, mas teve uma visão chamando-o a imitar São João Batista e assim foi levado a viver a sua vida de eremita. Ele lutou por muitos anos contra tentações as mais terríveis, mas com perseverança conseguiu vencer a todas. São Pafuncio ficou maravilhado quando a comida milagrosamente apareceu para a refeição da noite (Diz a tradição que foi um anjo que trouxe a comida de ambos).
O Abade passou a noite com o eremita. Na manhã seguinte, Onofre disse a Pafuncio que o Senhor havia dito, que ele iria morrer em breve e que havia enviado Pafuncio para enterrá-lo. E algum tempo depois, Onofre realmente faleceu e São Pafuncio o enterrou em um buraco em uma montanha e o lugar imediatamente desapareceu, como para dizer ao Abade que seus restos não eram para ficar ali.

A historia foi colocada em escritos por São Pafûncio e já era popular no sexto século. Durante a idade media ele foi muito popular no Leste e Oeste principalmente na Rússia, onde é venerado juntamente com Saint Peter of Athos.

Na liturgia da igreja católica ele é mostrado como um velho eremita vestido apenas com um longo cabelo e uma folha cobrindo sua cintura.

Algumas vezes ele é mostrado com um anjo trazendo o pão da Eucaristia com uma coroa a seus pés.

Ele é o padroeiro dos tecelões, talvez porque as vezes tecia sua própria peça de roupa com fios de plantas encontradas no deserto.

É protetor dos alcoólatras. Diz a lenda que teria no início de sua vida vencido esse terrível vicio, mas nada foi provado nesse sentido. Não obstante ele é invocado para a cura do alcoolismo.

Sua festa é celebrada no dia 12 de junho.



ORAÇÃO A SANTO ONOFRE (1)

Meu glorioso Santo Onofre, que pela Divina Providência fostes vós santificado e hoje estais no circulo da Providência Divina, confessor das verdades, consolador dos aflitos.
Vós, às portas de Roma, viestes encontrar-vos com o nosso Senhor Jesus Cristo e a graça pedistes para que não pecásseis. Assim como lhe pedistes e recebestes a graça, eu vos peço a minha.
Meu glorioso Santo Onofre, peço-vos que me façais esta esmola para eu bem passar; vós que fostes pai dos solteiros, sede também para mim. Vós que fostes pai dos casados, sede também para mim. Vós que fostes pai dos viúvos, também sede para mim, meu glorioso Santo Onofre, por meu Senhor Jesus Cristo, por sua mãe Santíssima, pelas cinco Chagas de Jesus, pelas sete dores de Nossa Santissima Mãe Maria, pelas almas Santas Benditas, por todos os anjos e Santos do Céu e da terra. Peço-vos que me concedais a graça de... (cite a graça desejada).

Meu glorioso Santo Onofre, pela Sagrada Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela Santa Cruz em que morreu, pelo Sangue vertido na Cruz, peço-vos que impetreis essa graça de que tanto necessito e espero ser atendido (a) num tempo menor que 40 dias, conforme o que vós dissestes com a vossa sagrada boca.

Que assim seja, em nome de Jesus.

(A oração deve ser repetida ao longo desses quarenta dias de espera).

ORAÇÃO A SANTO ONOFRE (2)

Santo Onofre, que vencestes o vício do álcool, através da penitência e da oração, olhai para todas as nossas famílias, que sofrem por causa desta doença.

Afastai delas as terríveis conseqüências deste mal, que têm causado a destruição de muitos lares.

Livrai também meus amigos e toda a juventude dos males de nosso tempo: álcool, drogas, mas companhias, diversões permissivas.

Volte a reinar a paz e a alegria, a fim de que alcancemos todos, um dia, o Reino eterno.

Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SANTO ONOFRE (3)

Ó santo Onofre, que pela fé, penitência e força de vontade vencestes o vício do álcool, concedei-me a força e a graça de resistir à tentação da bebida.

Livrai do vício, que é uma verdadeira doença, também os meus familiares e os meus amigos.

Abençoai os "alcoólicos anônimos" para que conservem firme o seu propósito de viver afastados da bebida e de ajudar os seus semelhantes a fazer o mesmo.

Virgem Maria, mãe compassiva dos pecadores, socorrei-nos!

Santo Onofre, rogai por nós!



Que Assim Seja.