Seguidores

TRADUTOR

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

VIDA E ORAÇÃO A SÃO FRANCISCO MARTO


(04 DE ABRIL)

ORAÇÃO A SÃO FRANCISCO MARTO

Meu querido São Francisco Marto, a pureza das crianças eu vos venho implorar, que seja conservada neste mundo de paixões, os inocente são agredidos de todas as formas, no corpo e na mente, destroem as suas esperanças antes mesmo que possam esboçá-las, quem não tem esperanças não tem fé, e desta forma os pequenos desta terra se encontram perdidos, sem rumo, sem leme.

Por isso venho a vós, que fostes um menino abençoado por Nossa Senhora, que em Fátima vos apareceu, dando a vós novos rumos, que em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, proteja nossas crianças, afaste delas todo o mal, abrindo-lhes os olhos para as verdadeiras verdades, os verdadeiros valores.

Saiba nossas crianças o rumo que devem seguir e que a maldade dos homens delas se aparte, abre-lhes sempre os caminhos, as mantendo pura em suas convicções e fé.

Que Assim Seja.

SÃO FRANCISCO MARTO

O beato Francisco Marto nasceu em Aljustrel, aldeia de Fátima, na diocese de Leiria-Fátima, Portugal, no dia 11 de junho de 1908.

Ainda muito pequeno acompanhou, com sua irmã Jacinta e sua prima Lúcia, também crianças, as aparições de Fátima, onde aprendeu a conhecer e a louvar a Deus e à Virgem Maria. 

Em 13 de maio de 1917, enquanto pastoreava o rebanho, eles tiveram a graça singular de ver a Santíssima Mãe de Deus, que, por desígnio divino, veio à procura dos pequeninos privilegiados do Pai na Cova da Iria.

Fala-lhes com voz e coração de mãe e convida-os a rezarem pelos pecadores e pela conversão da humanidade.

Foi então que das suas mãos maternas saiu uma luz que os penetrou intimamente, sentindo-se imersos em Deus. Mais tarde, Francisco, um dos três privilegiados, exclamava: "Nós estávamos a arder naquela luz que é Deus e não nos queimávamos". 

A Francisco, o que mais o impressionava e absorvia era Deus naquela luz imensa que penetrara no íntimo dos três. Só a ele, porém, Deus se dera a conhecer, tão triste, como Francisco dizia. 

Sua vida e das meninas sofre uma transformação radical; certamente não comum para suas idades. Entregam-se a uma vida espiritual intensa, em oração assídua e fervorosa, chegando a uma verdadeira comunhão com o Senhor. Caminham para uma progressiva purificação do espírito através da renúncia aos próprios gostos e até às brincadeiras inocentes de criança. 

Após um tempo os dois irmãos, Jacinta e Francisco, contraem pneumonia e são obrigados a permanecer de cama. Nessa ocasião, receberam, novamente, a visita da Virgem Maria, que avisa Jacinta que virá buscar Francisco muito em breve.
Não suportando os grandes sofrimentos da doença, morreu no dia 4 de abril de 1919. Tudo lhe parecia pouco para consolar Jesus, por isso morreu com um sorriso nos lábios. 

Francisco tinha um profundo desejo de reparar as ofensas dos pecadores, esforçando-se por ser bom e oferecendo sacrifícios e oração.

Ele foi enterrado no cemitério de Fátima e, em 1952, foi transferido para a basílica do santuário.

No dia 13 de maio de 2001, dia em que se comemora o dia de Nossa Senhora de Fátima, o papa João Paulo II, em visita a Portugal, esteve no Santuário de Fátima para beatificar Francisco Marto, cuja festa determinou para o dia de sua morte.

Na cerimônia estava presente irmã Lúcia de Jesus, a prima vidente, morta 13 de fevereiro de 2005.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO