Seguidores

TRADUTOR

sábado, 19 de setembro de 2009

ORAÇÃO AO MEU SERTÃO


SERTÃO


Nua - A avivar
Uma imagem em meu corpo
A tarde me vem


Em liras de calor
Tomo-a dependurada
Ao vento nordeste


Torce a carnaúba
Para lá e para cá
A ninar as palhas


Livres em seus leques
Como a abanar a tarde
Em tons do verão


Secos os sons gemem
Olhando o céu – anil -
Os urubus voam!


Abalo meu corpo
Olho as folhas e oro:
“Oh, Senhor! Abençoa-nos!”

2 comentários:

  1. Uma das mais lindas orações que já vi, vinda do fundo da alma de quem conhece bem o problema da seca nos sertões nordestinos. Beijos Luconi

    ResponderExcluir
  2. Seja muito bem vinda, adorei esta oração, singela e vem do coração, espero novas postagens Edson Luiz

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO