Seguidores

TRADUTOR

domingo, 3 de abril de 2011

VIDA E ORAÇÃO A SÃO VICENTE DE PAULO

SÃO VICENTE DE PAULO

(27 DE SETEMBRO)

ORAÇÃO A SÃO VICENTE DE PAULO

Ó glorioso são Vicente, patrono de toda caridade, pai daqueles que estão na miséria e que, enquanto na Terra, jamais deixou de amparar a todos que a Vós recorreram, considerai os males que estão nos oprimindo e vinde em nosso socorro.

Obtende junto do Senhor ajuda para os pobres, alívio para os enfermos, consolo para os aflitos, proteção para os abandonados, espírito de generosidade para os ricos, a graça da conversão para os pecadores, entusiasmo para os padres, tranqüilidade e ordem para as nações e salvação para todos.

Permiti-nos comprovar os efeitos da vossa misericórdia intercessão e assim sermos ajudados nas misérias da vida.

Possamos nós estar unidos com o Senhor no paraíso, onde não existe mais dor, choro ou tristeza, mas alegria, contentamento e duradoura felicidade.

Que assim seja.

VIDA DE SÃO VICENTE DE PAULO

São Vicente de Paulo fundador dos Lazaristas e das Irmãs de Caridade, é um dos grandes santos franceses. Nasceu em 1580 em Ranquine, Gasconha, França. Após estudar com os franciscanos em Dax, ele foi ordenado em 1600 e foi para a Universidade de Toulouse. Cinco anos mais tarde, ele estava viajando de barco quando o mesmo foi capturado por piratas e ele foi tomado como escravo. Após dois anos na escravidão, ele escapou chegando a Roma e depois alcançou Paris. Ali ele ficou sob a direção e influencia do Cardeal Pierre de Berulle. Vicente se dedicou completamente a caridade e se distinguiu na paróquia de Clichy. Ele fundou confrarias de homens e mulheres que ajudavam aos pobres e grande número de doentes. Essencial para os seus esforços era a doação feita pelos ricos nobres que tornavam possível a fundação de hospitais e orfanatos. Em 1625 Vicente fundou a Conferencia das Missões, chamada de Lazaristas ou Vicentinos, uma sociedade de padres com treinamento para pregar junto aos pobres. Em 1633 com Luiza de Marilac, posteriormente consagrada santa (festa 28 de abril), ele fundou a Ordem das Irmãs de Caridade, a primeira congregação de freiras que podia cuidar de pobres e doentes fora do convento. Durante a sua vida, os Lazaristas aumentaram muito em número e espalharam-se pelo mundo inteiro. Em 1643 Vicente foi nomeado para o conselho do "Consciente da Rainha Ana da Áustria", regente do Rei Luiz XIV e ele foi responsável para organizar uma trégua durante a guerra de Fronde que varreu a França de 1648 a 1653. Após longos anos de serviços aos pobres, Vicente ficou sendo a consciência do reino, mas ele tinha a oposição dos ricos, que facilmente se esqueciam dos pobres. Ele morreu em Paris em 27 de setembro de 1660 e foi canonizado pelo papa Clemente VII em 1737. Corpo incorrupto, até hoje.

Não existe um homem com mais facetas que Vicente de Paulo. Ele é tido por quase todos como o organizador da caridade, que embora exercida por vários, era usualmente mal organizada e falha para gerar um resultado satisfatório. Ele revolucionou os hospitais da França. Embora pouco tempo antes, São Camilo de Lellis havia fundado uma Ordem de Enfermeiros masculinos na Itália, este era um trabalho que poderia ser mais bem feito por mulheres. E foi Vicente que colocou os hospitais com uma base sistematizada, iniciou o tratamento humano dos lunáticos e ainda foi ele quem descobriu que os menos afortunados eram confinados em São Lazaro. Ele ainda tomou conta dos problemas da mendicância, e da prisão de Salpetriere, onde ele cuidava dos escravos das galeras, durante a Guerra dos Trinta Anos e dos distúrbios de Fronde, ele enviou as Irmãs de Caridade para agirem como enfermeiras nas forças armadas (hoje um efetivo comum em quase todos os paises). Na verdade São Vicente atuou ou influenciou em quase todas as atividades de caridade.

No Brasil existem várias Conferências Vicentinas que tem o nome de Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP) e em geral ajudam muito aos pobres, velhos e crianças da sua cidade.

Estas Conferências foram fundadas pelo Beato Antonio Frederido Ozanam em Paris, em 1833, inspirado em São Vicente de Paulo. Ele foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 1997, festa celebrada no dia 9 de setembro.
Os Vicentinos têm mais de 122.000 membros só na America e mais de 1.500.000 ao redor do mundo, em 147 paises. No Brasil temos 250.744 confrades na ultima contagem em 2010. A maior Conferência seria a de New Orleans com 800 membros.

No Brasil, uma delas na cidade de Piumhi, MG está fazendo mais de 100 anos de ajuda aos pobres. Durante vários anos no século passado a Sociedade São Vicente de Paulo de Piumhi, foi dirigida por Dario de Melo, homem de exemplar caráter, que tivemos a honra de conhecer, e que conseguiu o sucesso que a Sociedade tem naquela cidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO