Seguidores

TRADUTOR

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

SÃO ROQUE GONZALEZ – SANTO AFONSO RODRIGUEZ- SÃO JOÃO DE CASTILLO – CACIQUE ADAUTO MÁRTIRES


Estes mártires do Cristianismo, representantes da Igreja Católica, tiveram seus destinos marcados pela enorme fé que sentiam, pelo amor ao próximo e por isto ensinarem foram martirizados e mortos, os três jesuítas foram canonizados, o Cacique Adauto na época foi esquecido, mas há muito existe o pedido para a sua canonização, pois foi martirizado e morto pela fé cristã que trazia dentro de si.

Vamos seguir a trajetória destes quatro mártires, cujos destinos se encontraram na região do rio da Prata.


Versando sobre SÃO ROQUE GONÇALEZ

Roque Gonzalez nasceu em Assunção, Paraguai, em 1576. Seus pais eram espanhóis. Mostrava tanta bondade e devoção na adolescência que todos estavam convencidos que um dia abraçaria a vocação sacerdotal, o que se deu quando completou 23 anos de Idade.

Já nos primeiros anos de sacerdócio dedicou-se zelosamente pela evangelização indígena, de forma que, diária e continuamente,  visitava os povoados mais distantes para catequizar os índios.

Ao completar 33 anos decidiu entrar na Companhia de Jesus, pois se sentiu fortemente impulsionado a trabalhar como missionário.  Os padres jesuítas haviam fundado no Paraguai algumas colônias de indígenas que se fizeram muito famosas em todo mundo. As chamaram "Reduções", que se diferenciavam das tribos de outros países, pela exemplar organização em aplicar os meios adequados de evangelização católica, dentro de uma estrutura que ampliava a educação e as necessidades cotidianas dos indígenas sob sua tutela espiritual. Os padres Jesuítas os tratavam como verdadeiros filhos de Deus, protegendo sua dignidade com enorme respeito e carinho.

Nessas missões se respeitava muito a lei de Deus e  se  obedeciam as leis civis;  cada um tratava aos demais como se fossem irmãos. Os índios aprendiam a lavrar a terra com técnicas agrícolas e praticavam trabalhos manuais e industriais.  Tudo era  um cooperativismo bem organizado, porque reinava principalmente a abundância espiritual que o povo indígena assimilou rapidamente, ou seja, as verdades divinas.

Nessas reduções o Padre Roque Gonzalez  penetrou em certas regiões de mata virgem do Paraguai. Trabalhou por 20 anos, enfrentando com paciência e  confiança a toda classe de dificuldades e perigos, dirigindo nesse período cerca de seis Reduções de indígenas. Muitas vezes o perigo provinha de  tribos totalmente selvagens que atacavam e outro perigo era de colonos europeus que queriam escravizar os índios,  porém, os jesuítas não o permitiam.  Por isso, Padre Roque exercia uma enorme influência sobre os índios, que o veneravam como a um verdadeiro santo.

Versando sobre SANTO AFONSO RODRIQUES

Afonso Rodrigues, que nasceu Alfonso Rodriguez, na cidade de Zamora a 10 de março de 1598, foi um sacerdote jesuíta espanhol.

Estudou em Salamanca, onde ingressou na Companhia de Jesus, sendo mandado para Villagarcía como noviço. Ali se ofereceu para trabalhar nas missões do Novo Mundo, embarcando para a América em 2 de novembro de 1616, junto com mais 37 companheiros, dentre os quais estava o padre Juan del Castillo. 

Após viagem cheia de perigos, aportaram na Bahia e logo seguiram para Buenos Aires, aonde chegaram em 15 de fevereiro de 1617, decidiu continuar seus estudos em Córdoba, onde também lecionou, em fins de 1623 ou início de 1624 foi ordenado, sendo designado para a evangelização dos índios guaicurus, ficou entre eles oito meses, passando depois para a redução de Itapuã.

Versando sobre SÃO JOÃO DE CASTILHO (SÃO JUAN DEL CASTILLO)

Juan del Castillo (ou João de Castilho), foi um sacerdote jesuíta e missionário, nasceu em 14 de setembro de 1595, em Belmonte, Espanha, de família nobre. Recebeu educação no colégio jesuíta e depois na Universidade de Alcalá, onde cursou Direito. Seu ingresso na Companhia de Jesus se deu em 1614. Entrando em contato com o padre João Viana, entusiasmou-se com a perspectiva de ir evangelizar a América, e ofereceu-se como missionário.

Viajou em 1616 com outros 37 companheiros para Buenos Aires, continuando seus estudos na Argentina e depois no Chile. Foi ordenado em 1625. Seu trabalho de catequese dos índios começou na redução de São Nicolau.

Versando sobre o CACIQUE ADAUTO

Não se tem registro do real nome do cacique que se tornou cristão através da ação de São Roque Gonçalez na redução de Caaró, sabe-se que era sogro do cacique Quarobai, foi-lhe dado o nome de Adauto que quer dizer  acrescentado, pois foi acrescentado por Deus aos companheiros no martírio.


MORTE DOS MÁRTIRES:

Em 1628,o jesuíta  Roque Gonçalez funda no noroeste do Rio Grande do Sul, em primeiro de novembro, juntamente com o jesuíta Afonso Rodrigues,  a redução de Caaró. 

Próximo dali o jesuíta Juan del Castillo havia fundado a redução de Pirapó onde fazia um excelente trabalho, tendo ganho a confiança dos índios tendo catequizado há muitos.

Aconteceu, que um curandeiro, o bruxo dos indígenas, se deu conta que a influência dos Padres Jesuítas estava reduzindo o número de índios que o procuravam, devido ao serviço de evangelização, que rapidamente esclarecia os índios na fé e na sabedoria cristã. Aos poucos iam abandonando as crendices, enganos e mentiras.  Por causa disso, decidiu arquitetar um plano para vingar-se e pôr termo àquela situação. Assim, reuniu um grupo de índios selvagens e com eles atacou primeiramente a redução de Caaró.

Quando o curandeiro e seus sequazes chegaram, estava o Padre Roque González tratando de erguer um sino à torre da capela. O assassinaram ali mesmo, a golpes de marreta. Ao ouvir o tumulto, o Padre Afonso Rodríguez saiu de sua choupana e imediatamente os índios também o assassinaram mediante golpes. Em seguida atearam fogo à capela e quando estava tomada de chamas, lançaram a ela seus cadáveres. Era 15 de novembro de 1628.

Um velho cacique guarani, ali tombou mártir ao defender energicamente São Roque Gonzalez e Santo Afonso Rodrigues, que tinham acabado de ser brutalmente assassinados por índios contrários à fé católica.

Um dos mais importantes depoimentos foi o do Pe. Antônio Ruiz de Montoya, colega e contemporâneo de São Roque Gonzalez. Não presenciou os acontecimentos de Caaró, mas foi testemunha auricular de todo o ocorrido, isto é, ouviu o que contaram as numerosas testemunhas:

"Um venerável ancião, cacique entre os principais, a quem o amor de ser cristão retinha, repreendeu os culpados daquele crime atroz e fê-lo com palavras graves e frontalmente diretas, expondo-lhes a afabilidade, o amor e as dádivas, sendo a maior delas a da fé cristã, com que pretendiam enriquecê-lo os padres. A ira e o furor perderam o respeito às veneráveis cãs, sendo que o cercaram e com golpes cruéis o deixaram morto.

Ditosa a sua morte, pois com intrepidez cristã, numa ocasião de perigo tão evidente de sua vida, tomou partido pela verdade cristã e, como julgamos, não sem impulso sobrenatural da fé" (Dom Estanislau KREUTZ, Santos Mártires das Missões, p.53).

Aconteceu que depois de matarem os dois jesuítas e o velho cacique que os defendera, os índios sob o comando do curandeiro foram até a redução próxima e ali dois dias após em 17 de novembro de 1628 assassinaram o jesuíta Juan del Castillo ( João de Castilho) da mesma forma que os outros.

São Roque Gonzalez, Santo Afonso Rodriguez e São João de Castilho, foram beatificados em 1934 e canonizados pelo papa João Paulo II em 1998.

 Existe um processo pedindo a canonização do cacique Adauto, ele é considerado mártir tanto quanto os outros, deu a vida defendendo a fé Cristã, a igreja Católica, seu batismo foi feito com sangue, mas infelizmente o processo está parado, a arquidiocese de Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul tem trabalhado para isto.


São Roque Gonçalez não se 
separava desta imagem.


fontes: SANTOS DO BRASIL 



2 comentários:

  1. axei lindoa esta imajens de nossa senhora conquistadoura padroeira de nosa senhora de uruguaiana.nosa senhora roga a Deus por nós e por meus familiares alves rocha e por familia machado e pela familia epifanio santos são roque roga a Deus por mim?

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO