Seguidores

TRADUTOR

domingo, 21 de agosto de 2011

VIDA E ORAÇÃO A SANTA TERESA EUSTOCHIO VERZERI

SANTA TERESA EUSTOCHIO VERZERI

(03 de MARÇO)

ORAÇÃO A SANTA TERESA EUSTOCHIO VERZERI

Santa Teresa Eustochio Verzeri, que nas contradições da vida, repetias com grande confiança em Deus “Quem tudo espera, tudo obtém”, pede a Jesus por nós uma grande confiança e a graça que confiantes pedimos ao seu Divino Coração, se for para o bem de nossa vida.
Glória ao Pai...
Santa Teresa Verzeri, intercede a Deus por nós.
Santa Teresa Verzeri, que praticando a caridade do Coração de Jesus, socorreste as necessidades espirituais e materiais do teu próximo, ensina-nos a viver a misericórdia do Sagrado Coração de Jesus para orientar nossa vida conforme o Projeto do Pai.
Glória ao Pai...
Santa Teresa Verzeri, intercede a Deus por nós.
Santa Teresa Verzeri, que por amor ao Coração de Jesus, enfrentaste humilhações, injustiças e calúnias, suplica ao Coração Divino para que sejamos firmes na fé e constantes no amor.
Glória ao Pai...
Santa Teresa Verzeri, intercede a Deus por nós.

Que Assim Seja.

VIDA DE SANTA TERESA EUSTOCHIO VERZERI

Isabel Flores y de Oliva nasceu na cidade de Lima, capital do Peru, no dia 20 de abril de Ana Maria Teresa Eustochio Josefa Catarina Inácia Verzeri, ou como apenas Teresa Eustochio Verzeri, como ficou conhecida, nasceu no dia 31 de julho de 1801, em Bérgamo, Itália. Era a primogênita dos sete filhos de Antonio Verzeri e da condessa Helena Pedrocca-Grumelli. Desde criança, aprendeu de sua mãe, cristã muito devota, a conhecer e a amar a Deus acima de tudo e a qualquer preço.

Os estudos iniciais ela fez em casa. Inteligente, dotada de espírito aberto, quando menina queria ser rapaz, para empreender nobres façanhas, como Santo Inácio, nas fileiras de Cristo. Da infância até a idade madura, deixou-se iluminar pelo Espírito da Verdade, percorrendo o caminho de libertação, de pureza, de retidão e de simplicidade que a levou a buscar "Deus só". Interiormente, viveu a particular experiência mística da "ausência de Deus", enfrentando um dos problemas da experiência religiosa de hoje: o peso da solidão humana diante da sensação inquietante de distância e de silêncio de Deus.

Entretanto, com uma fé inabalável, Teresa não deixou de confiar e de se abandonar ao Deus Vivo, Pai providente e misericordioso, a quem entregou a própria vida, em atitude de obediência dialogante. Como em Jesus, seu grito de solidão se transformou em oferta total de si mesma por amor.

Após uma experiência de vida religiosa entre as monjas beneditinas de Santa Grata, em Bérgamo, percebeu que sua vocação era o apostolado ativo. Orientada pelo Mons. Benaglio, seu diretor espiritual, aos vinte e cinco anos iniciou obras de assistência às crianças pobres e abandonadas. Atraindo para seu ideal jovens generosas e disponíveis, com as quais em 1831, fundou a Congregação das Filhas do Sagrado Coração de Jesus.

A primeira metade de 1800 foi um período de grandes transformações na história da Itália, da sociedade de Bérgamo e do mundo, marcado por mudanças políticas, por revoluções, por perseguições que não pouparam a Igreja, atingida, também, pela crise de valores, resultante da Revolução Francesa. Ela percebeu com clareza a urgência e as necessidades do seu tempo e abraçou sua missão, de orientadora espiritual, evangelizadora e pedagoga.

Após consolidar sua obra em várias cidades italianas, Teresa faleceu no dia 03 de março de 1852, num gesto total de oblação a Deus. Foi beatificada pelo Papa Pio XII em 1946, e canonizada pelo Papa João Paulo II, em 2001. As suas relíquias são veneradas na capela da escola das Filhas do Sagrado Coração de Jesus, em Bérgamo; recebendo as homenagens no dia de sua morte.

Como educadora, pautou sua ação e seus escritos na pedagogia do elogio, concretizada no binômio: bondade-firmeza e no respeito à liberdade. Animadas por esse espírito, as Filhas do Sagrado Coração de Jesus continuam, hoje, a missão de Santa Teresa Eustochio Verzeri, na Itália, no Brasil, na Argentina e Bolívia, na República Centro-Africana e em Camarões, na Índia e na Albânia.

Fonte: Site Quiosque Azul.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO