Seguidores

TRADUTOR

domingo, 27 de fevereiro de 2011

VIDA E ORAÇÃO A SÃO BARTOLOMEU


(24 DE AGOSTO)

ORAÇÃO A SÃO BARTOLOMEU

Glorioso São Bartolomeu, modelo sublime de virtude e puro frasco das graças do Senhor! Proteja este seu servo que humildemente se ajoelha a seus pés e implora que tenha a bondade de pedir por mim junto ao trono do Senhor.
São Bartolomeu use todos os recursos para me proteger dos perigos que diariamente me rodeiam! Lance seu escudo protetor em minha volta e me proteja do meu egoísmo e de minha indiferença a Deus e ao meu vizinho.
São Bartolomeu me inspire em imitá-lo em todas as minhas ações. Derrame em mim suas graças para que eu possa servir e ver a Cristo nos outros e trabalhar para a Vossa maior gloria.
Graciosamente obtenha de Deus os favores e as graças que eu muito necessito, nas minhas misérias e aflições da vida. Eu aqui invoco sua poderosa intercessão, confiante na esperança que ouvirás minhas orações e que obtenha para mim esta especial graça e favor que eu reclamo de seu poder e bondade fraternal, e com toda a minha alma imploro que me conceda a graça... (mencionar aqui a graça desejada ), e ainda a graça da salvação de minha alma e para que eu viva e morra como filho de Deus, alcançando a doçura do Vosso amor e a eterna felicidade.

Que assim seja.


VIDA DE SÃO BARTOLOMEU


São João Evangelista chamou-lhe Natanael (dom de Deus), enquanto os restantes evangelistas (São Mateus, São Lucas e São Marcos) o designam por Bartolomeu – Bart-Tolomai, filho de Tolmai. De acordo com a tradição cristã, terá sido o esposo nas bodas de Canã, em que Cristo realiza o seu primeiro milagre ao transformar a água em vinho.

Acompanha Jesus até a Sua morte, participando e assistindo às Suas pregações, milagres e outros episódios da Sua vida. Estava presente à beira do mar de Tiberíades quando Jesus, após a Sua Ressurreição, apareceu a alguns dos seus apóstolos.

Atribui-se-lhe grande apostolado na Índia, na Arábia e na Arménia. Segundo a lenda, nesta última região, possuía o Demônio um oráculo, prática que consistia em responder às perguntas dos seus seguidores pela voz do sibilo (bruxo) Astaroth. Todavia, quando São Bartolomeu entra no templo, logo a voz do Demo emudece. O santo ordena então ao Demônio que anuncie o nome de Jesus Cristo como o do verdadeiro Deus e destrua os ídolos pagãos existentes nos templos. E assim acontece.

Convidado por Astiage, que governava uma parte da Arménia, o santo aceita o convite, mas Astiage, traiçoeiramente, manda esfolá-lo vivo e cortar-lhe a cabeça – lenda religiosa que nasce no século XIII, com a indicação do martírio a 24 de Agosto, se bem que a morte aponte, também, para a crucificação e afogamento.

O seu poder de exorcista permanece no imaginário religioso popular, daí resultando a devoção e as práticas relacionadas com as posessões ou estados entendidos como demoníacos, ou atribuídos a entidades incorporadas nos pacientes, a pesadelos, terrores e outras coisas mais.

Várias são as versões para a trasladação das suas relíquias. Uma delas aponta para Lipari, a norte da Sicília, conquistada pelos Sarracenos em 838, que profanaram o seu túmulo, espalhando os ossos de São Bartolomeu pelas ruas.

Diz-nos ainda a tradição que, por inspiração do santo, estes brilharam de noite como estrelas, tendo sido recolhidos, piedosamente, pelo monge grego Teodoro. As relíquias são levadas em 839 para Benevento (Nápoles), em cuja catedral se lhe preparou uma capela própria.

A 25 de Agosto de 1338 voltam a ser trasladadas para uma suntuosa basílica. Destruída esta por um terremoto, os ossos do santo, encontrados intactos, regressam de novo à catedral. Numa outra variante, as relíquias repousam na Basílica de São Pedro, em Roma, enquanto outra indica que transitaram no ano 1000 para a Igreja de Santo Adalberto, igualmente em Roma.

Devido ao seu martírio, São Bartolomeu é o padroeiro daqueles que trabalham em peles: curtidores, luveiros e encadernadores, entre outros.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA DE LOURDES

NOSSA SENHORA DE LOURDES




(11 DE FEVEREIRO)

APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA DE LOURDES

Lourdes é um pequena cidade localizada ao sul da França, encantadora por suas belezas naturais e inesquecível por suas manifestações sobrenaturais.
Um dos maiores santuários marianos do mundo encontra-se em Lourdes. Lá, os corações batem mais fortemente, as línguas emudecem diante de um espetáculo de fé e devoção. Em Lourdes, todos os peregrinos falam e entendem o mesmo dialeto: o dialeto terno e melodioso dos cantos e das orações.
Presencia-se um espetáculo de solidariedade incomparável. Jovens voluntários de toda a Europa trabalham em Lourdes atendendo aos doentes que chegam a todo instante. Os doentes e enfermos são transportados em macas e cadeiras-de-roda até os locais das celebrações e também para os banhos nas piscinas de águas milagrosas.
Lourdes é um daqueles lugares impossível de descrever, pois cada peregrino, cada visitante tem uma experiência diferente com Deus.
As aparições a Bernadete.

Bernadete Soubirous, jovem camponesa, pobre, analfabeta e muito doente, era de uma simplicidade sem igual, de uma pureza transparente e de um coração extremamente generoso, virtudes essas que em tudo expressam a preferência de Deus.
Era o dia 11 de fevereiro de 1858, no rigor do inverno dos Altos Pirineus, aldeia de Lourdes, quando Bernadete, sua irmã e uma amiga, saíram por buscar lenha para aquecer o pequeno casebre onde moravam e também para cozinhar a pobre refeição noturna de que dispunham.
Ao passar diante da Gruta de Massabiele, ouviu um barulho como se fosse a rajada de um vento forte. Olhando para cima, viu uma senhora de grande beleza, envolta por um deslumbrante resplendor. A bela senhora estava de pé, trajando um vestido branco que lhe cobria até aos pés. Tinha na cintura uma faixa azul, seus pés estavam ornados de rosas e segurava um belíssimo rosário por entre as mãos.
A pequena Bernadete caiu de joelhos extasiada, tirou o seu modesto avental o terço e começou a rezá-lo. Quando acabou de rezar a última Ave-Maria, a bela senhora desapareceu. Como detalhe, vale lembrar de que a Virgem acompanhou as orações de Bernadete e na hora de rezar o Glória, Nossa Senhora inclina a cabeça em reverência à Santíssima Trindade.
A bela senhora reaparece no mesmo lugar da Gruta de Massabiele, à margem do rio Gave, dois dias depois e também não fala nada. Na terceira aparição, Bernadete oferece à Virgem um papel e uma pena, dizendo-lhe: “Quer ter a bondade de por seu nome por escrito?”; Nossa Senhora responde: “Não é necessário”, e lhe faz um convite: “Queres ter a gentileza de vir aqui durante 15 dias?”. Depois disse a Bernadete: “Não te prometo fazer feliz neste mundo, mas sim no outro”.
Na aparição do dia 19, os demônios começaram a gemer e uivar de um modo terrível, ao que Maria apenas levantou a cabeça e as vozes cessaram. Na sexta aparição, Nossa Senhora diz: “Rezai a Deus pelos pecadores”. Na sétima e na oitava, repete por três vezes: “Penitência”... Na nona aparição, Bernadete cava a terra com as mãos, bebe aquela água lodosa, come das ervas amargas (obs.: no local onde Bernadete cavou, nasceu a fonte milagrosa das águas de Lourdes). Na décima aparição, Nossa Senhora diz: “Ide beijar a terra em sinal de penitência pelos pecadores”. Nos 11º e 12º dias, a multidão imita Bernadete nos sinais de penitência pelos pecadores. No 13º, diz a Bernadete: “Vai dizer aos sacerdotes que se venha aqui em procissão e que se construa uma capela”. No dia 25 de março de 1858, diz: “Eu sou a Imaculada Conceição”. Apareceu ainda duas vezes e depois não falou mais nada.
Nossa Senhora falou pouco, porém o essencial: Rezar principalmente o Rosário, fazer penitência pela conversão dos pecadores.
E assim nossa Mãe nos deixa, mais uma vez, a mensagem do amor de Deus e a sua preocupação em nos reconduzir ao coração de seu filho Jesus através da oração e da penitência.
Bendita és Tu, Minha Senhora e Minha Mãe, pois se por Ti nos veio o Salvador do mundo, Jesus, é por Ti que nós também iremos a Ele e com Ele viveremos na Glória de Deus.
Amém!

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DE LOURDES

Ó Virgem puríssima, Nossa Senhora de Lourdes, que vos dignastes aparecer a Bernadete, no lugar solitário de uma gruta, para nos lembrar que é no sossego e recolhimento que Deus nos fala e nós falamos com ele, ajudai-nos a encontrar o sossego e a paz da alma que nos ajudem a conservar-nos sempre unidos a Deus.
Nossa Senhora da gruta, dai-me a graça que vos peço e tanto preciso (pedido).
Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós.

Que Assim Seja.


ONTEM DIA 11 DE FEVEREIRO DIA DE NOSSA SRA. DE LOURDES VEIO AO MUNDO BRUNO.
MEU NETO QUERIDO MUITO AMADO E DESEJADO, AGRADECEMOS A JESUS A GRAÇA RECEBIDA E A NOSSA SRA. DE LOURDES PELA SUA INTERCESSÃO, OBRIGADA MÃEZINHA AMADA, NÓS EMOCIONADOS TE AGRADECEMOS.


LUCONI E EDSON

domingo, 6 de fevereiro de 2011

VIDA E ORAÇÃO A SANTA AGNES OU SANTA INES

(21 DE JANEIRO)


Também conhecida com Santa Agnes.
Virgem e mártir do século III, segundo a tradição vinha de uma família nobre e rica e a medida que crescia se tornava uma linda donzela de sedutora beleza. Seu cabelo vermelho e longo ascendia os desejos dos jovens romanos. Mas ela, havia prometido castidade perpétua e sofreu várias tentativas de violações, sempre orando a Jesus para protegê-la.
Assim, o primeiro homem que a quis violar foi cegado por um raio de luz. Santa Inês o perdoou e ele pode ver de novo.

Foi então denunciada como sendo cristã. Prenderam-na e a torturam para que ela oferecesse sacrifícios aos desuses romanos e como ela recusou-se, levaram-na para um Bordel, mas o homem que tentou violentá-la foi morto por um raio de luz (este Bordel ainda existe com uma inscrição do Papa Damasus I, assim é provável que esta historia seja verdadeira).
O Bordel era debaixo do Arco do Estádio de Dominitian onde é hoje a Praça Novona. O Arco forma a Cripta da Igreja de Santa Agnes em Agone.
Diz à tradição que foi acessa uma fogueira para ela ser queimada e quando colocada na pira ela orou e o fogo milagrosamente se extinguiu. Colocada para ser desmembrada por cavalos, os seus punhos eram muito pequeninos e não havia grilhões de ferros para ela. Tentaram amarrá-la com correntes mas as correntes escorregaram em seu corpo, e as que ficavam, simplesmente arrebentavam. Finalmente foi decapitada com a espada. Por causa da influencia de sua família seu corpo não foi atirado no rio (como era costume) e foi enterrada no cemitério da família, hoje a catacumba dela fica ao lado da igreja dedicada a ela na Via Nomentana.
Vários milagres foram reportados em sua tumba e creditados a sua intercessão e sua fama se espalhou rapidamente.
Quando o Imperador Constantino quis ter sua filha batizada, ele o fez perto do local da igreja de Santa Agnes em Fuori le Mura que foi erigida por ele sobre sua tumba. Em 382 o Papa Damasus I, que foi o primeiro a chamar Roma de "Sé Apostólica", restaurou a igreja de Santa Agnes.
Durante o reinado do Papa Paulo V as relíquias de Santa Agnes foram encontradas no santuário da igreja.
Agnes significa em grego casta, e em latim ovelha.
Talvez por isto na arte litúrgica da Igreja ela é representada sempre segurando uma ovelha.
Na sua festa, uma ou duas ovelhas são abençoados na sua igreja em Roma e de sua lã se faz alguns "palliuns" (duas tiras de lã branca) a qual o Papa confere aos Arcebispos como símbolo de sua jurisdição.
Ela é mencionada na Primeira Prece Eucarística
Segundo a tradição a Santa Inês ajuda a encontrar um noivo para um feliz casamento.
É padroeira da pureza e da castidade e é invocada na proteção da castidade.
Sua festa é celebrada em 21 de Janeiro

ORAÇÃO A SANTA INES
Ó dulcíssimo Senhor Jesus Cristo, fonte de todas as virtudes, amigo das almas virginais, vencedor fortíssimo das ciladas dos poderosos, severíssimo extirpador de todos os vícios, lançai propício vosso olhar para a minha fraqueza, e pela intercessão de vossa Santíssima Mãe, a Virgem Maria e de Santa Inês, concedei o auxílio da vossa divina graça.

Fazei que eu saiba valorizar todas as coisas terrestres sem deixar de amar aquelas celestiais, resistir aos vícios e nunca consentir nas tentações, seguir constante a virtude, não buscar as honras, fugir aos prazeres, chorar os pecados cometidos, afastar-me as ocasiões de pecado, evitar as más companhias, tratar com os bons e perseverar no bem, para que, com o auxílio da vossa graça, mereça possuir a coroa da vida eterna com Santa Inês e com todos os santos, por toda a eternidade, no vosso reino.

Que Assim Seja.

Novena à Santa Ines

Oração Inicial 
Ó nossa amável e protetora Santa Inês! Virgem gloriosa e mártir de Jesus Cristo! Nesta novena solene, dedicada ao vosso glorioso triunfo, nos prostramos humildemente perante vós, certos de que não haveis de nos negar as graças que agora vos pedimos. 
Animados por vossos luminosos exemplos e despertados pelas inspirações divinas, tomamos a resolução de dedicar-nos sinceramente ao serviço de Deus e de pertencermos inteiramente a Ele. Desejamos, portanto, consagrar-lhe os nossos corações. Mas, conhecendo a nossa indignidade, não nos atrevemos a fazer tão miserável oferta; por isso vos rogamos e suplicamos que recebais estes corações, sequiosos da pureza de vossos méritos, para que se tornem dignos de serem aceitos por Deus. 
Que Assim seja. 

Oração Final 
Ó Deus Onipotente e Eterno, que escolhestes o que é fraco aos olhos do mundo para confundir o que é forte. Concedei-nos que, celebrando as solenidades de Santa Inês, vossa virgem e mártir, sintamos junto de vós os efeitos de sua intercessão. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho na unidade do Espírito Santo. 
Que Assim seja. 

1º Dia
 
Ó humilde virgem mártir, Santa Inês, admiramos a vossa singular pureza, porque apesar de ter vivido no meio de gente idólatra e corrompida, tivestes sempre um grande amor para com esta angelical virtude, de modo que não conseguiram vo-la arrancar: nem os prazeres, nem as honras e lisonjas, nem as ameaças nem os tormentos, nem mesmo a própria morte.
Oh! Quanta confusão nos causa o vosso exemplo! Pois que rebeldes e obedecendo aos impulsos dos prazeres, temos manchado este lírio do paraíso.
Oh! Padroeira nossa, apresentai a Jesus a vossa candura Imaculada, para que por intermédio dela possamos obter a graça de chorar as nossas culpas e conservar até a morte. 

2º Dia 

Ó gloriosa e mártir Santa Inês, o grande amor e apreço que sempre tiveste para com a virtude da pureza, não podia nascer senão de um ardente amor para com o vosso celeste esposo, Jesus Cristo, o cordeiro imaculado que se apascenta entre os lírios: A quem sabíeis que não podíeis oferecer mais agradável sacrifício do que o da vossa imaculada candura. Agora entendemos porque temos amado tão pouco a pureza: é porque pouco temos amado Jesus.
Oh! Virgem amável acendei no nosso frio coração uma chama de caridade, para que o amor de Jesus Cristo seja o prazer de nossas vidas e a consolação nas nossas aflições. 

3º Dia
 
Ó gloriosa virgem e mártir, esposa alguma jamais correu tão alegre para as bodas, como vós correu para o martírio. Nem as crueldades do tirano, nem a ferocidade dos carrascos, nem o luzir da espada pendente sobre a vossa cabeça foram capazes de remover a vossa constância.
Oh! Que vergonha para nós, que tantas vezes temos sucumbido às ameaças, aos interesses e aos prazeres. Para não desagradar aos homens, não duvidamos em desgostar o nosso Deus.
Ah! Virgem invicta! Prostrados diante de vós, suplicamos-vos, pela vossa fortaleza, que nos obtenhais de Deus a graça de vencer todos os "respeitos humanos", de modo que estejamos mais dispostos, com o vosso exemplo, a derramar o sangue e perder a vida, do que cometer atos contrários à glória de Deus e ao bem de nossos irmãos.
 Que Assim seja. 

4º Dia 

Ó gloriosa Santa Inês, que ainda na mais tenra infância já sabíeis fazer de vós mesma uma oferta agradável ao Senhor, intercedei por nós junto do vosso divino Esposo, Jesus, e suplicai-lhe que torne os nossos corações humildes, castos, caritativos, obedientes e abrasados de Santo Amor. Esperamos e confiamos nossa amada protetora, não tornar a retirá-los mais de nossas mão; adornai-os, pois, com as virtudes do vosso coração, tão casto e fervoroso e salvai-os das seduções do mundo: intercedei, igualmente, por nós, junto ao trono da Virgem Imaculada, para que ela, por amor de vós, nos dispense o seu amor e nos torne dignos filhos, para um dia cantar conosco os seus louvores. 

5º Dia 

Ó bem aventurada Santa Inês, nossa especial protetora, protegei-nos e assisti-nos em todas as nossas necessidades, infundi-nos parte daquela fortaleza e coragem com que soubestes desprezar as seduções e as perseguições dos ímpios. Fazei que conservando-nos fiéis ao Senhor aqui na terra, possamos um dia alcançar o prêmio das obras que praticamos.
Que Assim seja. 


6º Dia 

Ó gloriosa Santa Inês, perfeito modelo de virtude! Por essa fé vivia com que foste animada desde a mais tenra idade e que vos tornastes agradável a Jesus, que vos julgou digna da coroa do martírio. Vos pedimos, obtende-nos a graça de conservarmos intacta nos nossos corações a Fé Católica e de nos mostrarmos sinceramente cristãos, não só em palavras, mas também em obras, a fim de que, mereçamos receber Dele um testemunho favorável diante do seu eterno Pai.
Que Assim seja. 


7º Dia 

Ó celebre Santa Inês, virgem invencível! Quando o ímpio governador romano vos condenou a ver o lírio da vossa pureza desmanchando e esmagado aos pés, vós sem receio pusestes toda a vossa confiança em Deus, que envia seus anjos em auxílio daqueles que Nele esperam. Por vos terdes distinguido tanto na confiança do auxílio divino, vos suplicamos que intercedeis por nós e nos obtenhais de Deus a graça de conservarmos com zeloso cuidado essa virtude no nosso coração, a fim de que, a tantos pecados cometidos, não acrescentemos o abominável pecado da desconfiança na misericórdia divina.
Que Assim seja. 
 

8º Dia
 
Ó corajosa virgem Santa Inês, os inimigos de Jesus Cristo quiseram vos macular através do fogo das piras e dos prazeres impuros. Mas era tão ardente a caridade que abrasava o vosso coração, que não puderam prejudicar-vos em nada. Por esta ardente caridade, obtende-nos de Deus, uma pureza tal que toda chama impura se extinga em nossos corações e neles só arda o fogo que Jesus Cristo veio trazer à terra, a fim de, depois de termos passado uma vida sem manchas, possamos participar da glória, que vós merecestes pela pureza do vosso coração e pelo martírio.
Que Assim seja. 


9º Dia

Misericordioso Jesus, fonte de toda as virtudes, vencedor de todo o mal, olhai com bondade para nossa fragilidade e, pela intercessão da Virgem Imaculada vossa Mãe, e de vossa amada e nossa especial protetora, a Virgem e Mártir Santa Inês, concedei-nos o socorro sobrenatural de vossa graça, para que saibamos desprezar as coisas terrenas e amar as celestiais; resistir aos vícios e tentações; manter-nos firmes nas virtudes; desprezar as falsas honrarias; chorar os pecados que cometemos e a imensa desgraça de os cometer; fugir e conservar-nos longe das ocasiões perigosas; abster-nos de todo o mau hábito, conviver com os bons, e perseverar na virtude. E assim, mediante a vossa divina graça, participemos da glória da vida eterna, com Santa Inês e com todos os Santos no vosso Reino, por toda a eternidade.
 Que Assim seja.